PT ES

Blog

22 de maio de 2020
As diferenças entre máscara de tecido, máscara cirúrgica e respiradores PFF2 5/5 (1) Tempo de leitura: 3 min

O Brasil e o mundo estão passando por um momento extremamente delicado e desafiador por esta pandemia, que até então, tem como melhores aliados a higienização, o isolamento e o uso de máscaras. Com isso, surgem diversas dúvidas e uma das mais comuns é a diferença entre as máscaras que estão disponíveis no mercado, sendo estas: máscara de tecido, máscara cirúrgica e respiradores PFF2. Saiba as características de cada um:

Máscaras de tecido

As máscaras de tecido surgiram como uma alternativa para a população se proteger contra o Covid-19, por conta da grande demanda das demais e seu consequente desfalque. Estas máscaras são facilmente encontradas e, por não se tratarem de um EPI, qualquer pessoa pode produzi-las.

Características:
O seu maior benefício é o fato de ser reutilizável, ou seja, pode-se higienizar e usar novamente, enquanto não possuir avarias ou odor desagradável;

O uso da máscara é individual, não deve ser compartilhada com demais pessoas;Cobertura de boca e nariz, porém sem vedação;

Deve ter pelo menos duas camadas;

Não é indicada para pessoas com diagnóstico positivo para Covid-19 e/ou que estejam em contato com alguém contaminado com o vírus.

É importante ressaltar que, estas máscaras não tem sua eficácia de filtragem comprovada por normas, mas é indicada como uma forma de prevenção do contágio de demais pessoas.

Máscaras cirúrgicas

Também conhecida como máscara de laser, de isolamento, ou para procedimentos odontológicos ou médicos, as máscaras cirúrgicas também vêm desfalcando os estoques Brasil afora. Estas são indicadas com a finalidade de evitar a contaminação do ambiente e de outras pessoas, porém a máscara cirúrgica, assim como a máscara de tecido, também não é um Equipamento de Proteção Individual.

Características:
O seu maior benefício é o fato de sua capacidade de filtração ser em média 98%, uma eficácia não comprovada pela máscara de tecido. Porém esta não é vedada, ou seja, não é uma proteção adequada para pacientes infectados e pessoas em contato com estes;

Cobertura de boca e nariz, porém sem vedação;

Descartável;

O uso da máscara é individual, não deve ser compartilhada com demais pessoas.

É importante ressaltar que estas são indicadas como uma forma de prevenção do contágio de demais pessoas e do ambiente.

Respiradores PFF2

O respirador PFF2 é um Equipamento de Proteção Individual que cobre a boca e o nariz e proporciona uma vedação adequada sobre a face do usuário. Possui filtro confeccionado em nãotecido com capacidade de reter gotículas, apresenta proteção contra aerossóis contendo agentes biológicos, como vírus, bactérias e fungos.

Em ambiente hospitalar o respirador deve ter um filtro com aprovação mínima PFF2. 


Características:

O próprio nãotecido age como filtro e a vedação total do nariz e boca permite e eficiência do produto;

Eficiência mínima de filtração é de 94% pela norma (ABNT/NBR 13698:1996);

Descartável;

É indicado para atuantes na área hospitalar, assim como para infectados com o Covid-19;

É um EPI, seu uso é individual, não podendo ser compartilhado.

É importante ressaltar, que pela alta demanda da PFF2, a população em geral deve dar preferência ao uso de máscaras de tecidos e cirúrgicas, assim, permitindo que não faltem estes respiradores para as linhas de frente no combate ao Covid-19.

TODOS JUNTOS PELA SAÚDE E SEGURANÇA!

Please rate this

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *