PT ES

Blog

20 de fevereiro de 2019
Como o estresse térmico pode influenciar o ambiente de trabalhoTempo de leitura: 3 min

Durante as temporadas quentes do ano, é comum ouvir com mais frequência o termo estresse térmico. Mas do que se trata? A JGB esclarece o tema a você!

O estresse térmico ocorre quando a temperatura interna do corpo sofre uma sobrecarga e deixa de ser a ideal para o seu funcionamento. Por isso, nada mais natural do que as repercussões causadas pelo estresse, gerando mudanças físicas e mentais nas pessoas.

Em geral, qualquer ambiente ou circunstância que exponha o nosso corpo a fontes de calor superiores a 35ºC pode ocasionar mudanças significativas na nossa qualidade de vida. Dessa forma, calor excessivo faz com que tenhamos o estresse térmico ou hipertermia e a escolha do termo “estresse” não é à toa, pois o fenômeno é capaz de deixar as pessoas até mais irritadas.

Para lidar com o estresse térmico no ambiente de trabalho, o nosso corpo criou mecanismos de defesa contra o calor excessivo — como a vasodilatação periférica e a ativação das glândulas sudoríparas, entretanto, nem sempre o corpo é capaz de impedir o estresse térmico de ocorrer. Sendo assim, é preciso estar atento aos danos que podemos sofrer.

Efeitos do estresse térmico no ambiente de trabalho

Entre os efeitos colaterais estão:

  • Exaustão pelo calor;
  • Desidratação;
  • Câimbras;
  • Fadiga;
  • Desmaios;
  • Pressão baixa;
  • E até parada cardíaca, em casos extremos.

Como exemplo da importância da prevenção deste mal, foi feito um estudo pela NFPA (Associação Nacional de Proteção ao Fogo, EUA) que diz que no ano de 2017, 70% dos óbitos ocorridos no combate a incêndio foram decorrentes de hipertermia, ou seja, estresse por calor.

Dessa forma, é cada vez mais evidente a importância da prevenção contra o estresse térmico. Portanto, o desenvolvimento de tecnologias mais leves e respiráveis, sem abrir mão dos níveis de proteção, é imprescindível por parte dos fabricantes de Equipamentos de Proteção Individual. É por isso que a JGB assumiu o compromisso de criar equipamentos de proteção individual que, além de prevenir acidentes, também aumentem a produtividade do trabalho. É fato: ter um EPI dimensionado de forma correta pode diminuir o estresse térmico do usuário e fazer com que uma atividade deixe de ser insalubre.

Conte com a JGB!

Legislações relacionadas:

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *